FOLK FAN BRASIL

BEM VINDO AO BLOG SOBRE MÚSICA FOLK

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

PETE SEEGER E JOAN BAEZ - VOLTAM ÀS PASSEATAS

Através do site You Tube soube que Pete Seeger aos 92 anos de idade voltou a participar das manifestações contra o desemprego em Wall Street - Nova York.

E é claro que a grande musa do protesto dos anos sessenta , a cantora e ativista política Joan Baez, também estaria ali.

JOAN BAEZ EM WALL STREET, 2011

Veterana por várias causas cantou para o Pastor Martin Luther King em 1963 o hino "We Shall Overcome" (de Pete Seeger) para mais de 250.000 pessoas em Washington, a favor dos direitos civis e igualdade entre brancos e negros.

Foi um das primeiras artistas juntamente com Jane Fonda a se rebelar contra a guerra do Vietnã, participando ou promovendo inúmeras passeatas, num período que foi de 1963 até 1971.

Nos anos 70 liderou movimentos para arrecadar fundos de ajuda a países como o Vietna pós-guerra, Kambodja e Bangladesh, através de sua organização Humanitas em trabalho conjunto com a Anistia Internacional.

Em 1992 foi até Sarayevo, na Bósnia mostrando solidariedade ao povo ao promover um estado de novo ânimo em conjunto com artistas locais cantando com o celista Vedran Smailovic.

Em 2005 participou do acampamento "Camp Caseys", no Texas,  protestando e dando suporte ao movimento contra a guerra no Iraque.

Joan Baez sobre sua participação no movimento "Occupy Wall Street"

Como uma dos principais artistas de protesto dos anos sessenta, qual sua posição no movimento “ Ocupe Wall Street “?


“É impressionante em muitos sentidos. Não estou certa se continuarei a dar suporte a estes líderes. Eu estaria mais convencida caso se defina para uma direção real, onde as pessoas pudessem olhar e saber o que está acontecendo. Assim como está é difícil de prever. E estamos tendo esta luta difícil contra 40 republicanos que consideram seus ideais ao qual perduram mais de 40 anos. Eles sabem como conversar, eles sabem como escapar impunemente sobre tudo, eles sabem como roubar e continuar enrolando como se nada tivesse acontecido. É saber o que fazer com a retórica. Saber lidar como o modo que eles conversam como que contrários aos mais liberais. È a linguagem. Eu creio que você não escuta um Republicano falando na mídia: “ Você sabe que isto é alarmante”... Porque na verdade nada os afligem. Nós conversamos mais como pessoas que caíram em uma cilada, porque é o modo pelo qual estamos envolvidos.”
"Ainda assim, não tive muito tempo para me envolver mais devido ao tempo. Claro que posso me informar melhor pela internet. Tenho ouvido coisas realmente interessantes no Rádio Pública, pois tenho conversando com meus amigos “ O que podemos continuar fazendo pela música?” E eu realmente sou contra descartar as velhas canções, pois continuam sendo maravilhosas, porque é tão fácil de nos colocar em evidência através dos velhos tempos. È quase impossível escrever hinos em tempos atuais, e nem daria ao luxo de pedir que alguém o fizesse. É difícil o suficiente para apenas escrever uma canção. Portanto tento encontrar naquilo que já existe para adaptar àquelas pessoas que conhecem canções de seus celulares, como exemplo “Salt Of The Earth”. Tentando ver como posso organizar isto de modo que as pessoas possam realmente cantá-las. Estava trabalhando nela ontem e em algumas outras canções."

"Mas eu penso que os manifestantes precisam aprender mais sobre canções e cantá-las. Eu não gostaria de fazer parte de qualquer movimento social que não tenha que cantar. Pode ser difícil agora, pois faltam canções de Dylan. Poderia cantar “We Shall Overcome”, mas para mim pessoalmente não conseguiria cantá-la para um novo contexto... Obviamente estou colocando muitos pensamentos na música que faz parte deste movimento, mas em geral está sendo legal participar disso." (Joan Baez)


Sobre o “Occupy Wall Street Movement” .


Occupy Wall Street ('Ocupe Wall Street') é um movimento de protesto contra a influência empresarial na sociedade e no governo dos Estados Unidos baseado principalmente nos ensinamentos do filósofo e economista George Soros(A Era da Falibilidade, 2008), o movimento se posiciona também contra a impunidade dos responsáveis e beneficiários da crise financeira mundial. Iniciado em 17 de setembro de 2011, a estratégia do movimento é manter uma ocupação constante de Wall Street, o setor financeiro da cidade de Nova Iorque, em protesto contra a desigualdade social, a ganância empresarial e o sistema capitalista como um todo. As pessoas se organizam em assembleias gerais, nas quais todas podem falar e participar das decisões coletivas. Os manifestantes indicaram que a ocupação será mantida "pelo tempo que for necessário para atendimento às demandas."

Fonte: wikipedia.

Versão em inglês:

As one of the `60s most visible "protest" singers, what's your take on the "Occupy Wall Street" movement?

I think that it's pretty stunning in a lot of ways. I'm not sure I go along with it leaderless. I'll be convinced when it develops a real direction, that people can look at and get that that's what happening. So far it's hard to tell. And we have such an uphill struggle against 40 Republican think tanks which have been going for 40 years. They know how to talk, they know how to get away with everything, they know how to rob and steal and just keep plowing on as if nothing ever happened. And it has to do with the rhetoric. It's to do with the way they talk as opposed to the softer, liberal. It's a language. I mean you don't hear a Republican on television ever saying "You know it's frightening." Because nothing (expletive) frightens them. We talk more like people who've been trapped, because in a way we have been.

So, I haven't heard enough because it's hard to get. I can get it on the Internet and hear more. I heard a really interesting thing on Public Radio `cause I've been talking to my friends about "What are they going to do for music?" And I'm really against dragging out the old songs, as wonderful as they are, because I think it's so easy to put us in sort of a slot from the old days. It's impossible to write an anthem, I would never give that as a job to anybody. It's hard enough to just write a song. So trying to find something that already exists that you can adjust that people will know in their cellular selves like "Salt of the Earth." Trying to see how you can arrange that so people could actually sing with it. I was working on that yesterday and a couple of other songs.

But I think that they need to learn a lot about songs and singing. I wouldn't want to be part of any social movement that doesn't have singing. It's hard for them right now `cause there is no Dylan. There's "We Shall Overcome" but for me personally, I just don't feel like singing it in a new context. There's the original "Kumbaya," which is "Come by Here" which came from the African American community in the 1930s. (Baez sings a verse) It involves clapping. I learned it from a black girl while I was in jail. I was singing "Kumbaya" and she said "That ain't how you do it girlfriend." Obviously I'm putting a lot of thought into the music part of it, but it's an extraordinary thing going on.






fonte das imagens:
http://cityroom.blogs.nytimes.com/2011/10/22/pete-seeger-leads-protesters-on-foot-and-in-song/









segunda-feira, 12 de setembro de 2011

WTC - Little poem

Torres gêmeas que
Sofreram a completa destruição
O povo da Big Apple
Mostra (agora) com garra a superação.

Como lembrança uma fonte de tristeza
Para sempre na memória
homenagem a quem perdeu a vida
mas jamais terão seu nomes riscados da história.

Que Deus não permita mais
tamanha atrocidade
New York do Empire State
do Central Park e da Estátua da Liberdade
Avante grandiosa cidade...

Roger Ls

segunda-feira, 25 de julho de 2011

MUJERES LATINA - COM AVE DUO - TEATRO PAIOL

Após a memorável apresentação em homenagem a Mercedes Sosa, realizada no dia 7 de julho no SESC da Esquina chegou o dia de ir a tão esperado concerto Mujeres Latina.  Uma homenagem a  Mercedes Sosa e Elis Regina.

Esta apresentação foi realizada no dia 23 de julho, 21:00 horas, no teatro Paiol em Curitiba.

Ave Duo abriu a primeira parte do show interpretando canções de Mercedes Sosa, inspirando e contagiando o público com o folclóre argentino do norte, zamba e chacareras, e a novidade neste show foi a canção La Estrela Azul.

Na segunda parte o repertório de Elis também foi bem entrosado com a platéia que cantou junto canções como "O Sonho" e "Como Nossos Pais" .

Mais uma vez parabéns pela performance, vocalização e arranjos que fizeram nesta noite unir duas culturas latinas: a música folclórica e a MPB em ritmo de bossa nova. Foi uma noite que segundo as integrantes Viviane Mena e Andréa Bernardini uniu "Terra" e "Mar" , pois Mercedes cantava sobre a coisas da terra e Elis Regina cantava o mar.


video
                            
                                  Video de "La Estrela Azul"

sábado, 9 de julho de 2011

TRIBUTO A MERCEDES SOSA - AVEduo - Curitiba, Julho de 2011


Tributo a Mercede Sosa – AVEduo
SESC DA ESQUINA - Curitiba


“Y así fue que ya muerto el cantante


otro nuevo subió al pedestal...”


“So betrat, als der Sänger schon tot war,


ein Neuer sein Postament.” Konstantin Wecker


        O trecho acima foi cantado por Mercedes Sosa na versão em espanhol de “Ich Singe, weil ich die Lied Hab” de Konstantin Wecker... e o concerto em homenagem a Mercedes Sosa feito pela dupla de “cantantes” Viviane e Andréia, no Sesc da esquina em Curitiba, realmente fez justiça ao que Mercedes cantava... sim ela é insubstituível tal como Elis Regina, Patsy Cline, Janis Joplin, Odetta e tantas outras cantoras que já se foram mas que fazem parte de minha vida com meus discos de vinil, cd´s, mp3´s e Dvd´s. Assim sendo, com arranjos próprios a dupla do AVEduo provou que realmente há novos cantores a preencher os espaços vazios deixados por estes grandes artistas que já se foram.

        O show chamado de “Tributo a Mercedes Sosa” descobri da janela do ônibus no dia 6 de julho e corri para a internet para saber mais detalhes. A homenagem seria feita pela dupla do AVEduo, formada pela argentina Viviane Mena (vocal e percussão) e Andréia Bernardini (vocal, violão e percussão), juntas na carreira a mais de 8 anos e inclusive com trabalhos gravados e disponíveis em CD.
        Hoje neste blog quero parabenizar a dupla por trasmitir ao público a mesma magia e emoção que Mercedes passava ao seu público. Foi uma homenagem a altura de “La Negra” falecida em 2009.
        A dupla cantou grandes interpretações de Mercedes como "Balderrama", "Los Hermanos", "Soy pan, soy pza, soy mas" , "Cancion y Huano" e é claro as principais canções do repertório de Violeta Parra "Gracias a La Vida" e "Volver a los 17".  A canção Gracias a La Vida também faz parte do repertório de Elis Regina, cantora que  influenciou no trabalho de Viviane e Andréia. Mercedes Sosa quando vinha a Curitiba incluia no seu repertório algo do Milton Nascimento, que neste show foi representado pela música "Cio da Terra".
        Mas a homenagem não termina aqui, pois nos dias 22 e 23 de julho, a dupla fará o show “Mujeres Latinas” homenageando desta vez além de Mercedes, a inesquecível Elis Regina. O show será no Teatro Paiol, 21 horas e ingresso no valor de R$ 20,00 (inteira).

Fonte: http://www.trento.com.br/



    Folder do show.



video
                                          Trecho de "Los Hermanos" por AVEduo - 07 de julho de 2011

quarta-feira, 18 de maio de 2011

BOB DYLAN - CONGRATULATIONS

Robert Allan Zimmerman nasceu em 24 de maio de 1941 em Duluth, Minnesota. Poeta do Folk e do Rock, compôs canções de protesto como ninguém ousou na época, os incertos anos 60. Flertou com a country music no início dos anos 70 até encontrar Jesus em 1979 lançando três discos Gospel até retornar para suas raízes judaicas no início dos anos 80. Hoje um cristão-judeu, 70 anos de idade e quase 50 anos de carreira que sempre surpreendeu com genialidade e inspirando dezenas de cantores, cantoras e bandas mundo afora. Para homenagear o bardo do rock - selecionei alguns vídeos do You Tube com diversos artistas como "Travelling Wilburys", "Willie Nelson", "Emmylou Harris", "Melanie Safka" , "Odetta" , "Joan Baez" , "Joan e Bob", "Elvis Presley" e o maior intérprete de Dylan no Brasil : "Zé Ramalho" e outros.

Parabéns Mr. Zimmermann - Happy Big 70 Years Old !!!!

Travelling Willburys

Bob Dylan and Willie Nelson


Emmylou Harris


Joan Baez and Bob Dylan


Odetta


Peter Paul and Mary


Elvis Presley


Ze Ramalho


Ze Ramalho


Shirley Caesar]


Melanie Safka


Joan Baez - Dylan´s Parodies


Richies Ravens


Judy Collins


The Byrds


Engenheiros do Hawai







 


sábado, 23 de abril de 2011

Dia 23 de Abril - Dia Mundial do Livro

UM LIVRO

Saído de um determinado instante
De alguma estante

Um livro para a cabeceira da cama

Gastar o tempo

Com um passatempo que se ama


Abrir páginas

Passaporte da imaginação

E antes de se virar no travesseiro

Interesses ao passageiro


Viajar

Na história leitura avante

Briga contra o sono adiante


No fim da história

Desperta a manhã


Já para o viajante sem força

Um marcador de página

Leitura adiada.

By Roger LS Março 2010

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Na Linha

Na Linha
Estrada de ferro
De sonhos carregados
Lentamente sobre trilhos
Que faz o trem
Entoar um som nostálgico
Que antes da partida deseja-se ouvir.

Viajar lentamente
Sedento
Pela serra
E despertar após a escuridão do longo túnel
Para finalmente saciar a sede do meu viver.

Então sacudir a poeira
Já cansado de tanto engajamento
Desamparado sofrimento
E na curva humildemente os fracassos aceitar.

Pedir desculpas ao
Meu amor por pouco falar
Clamar lutar
Puxar em vão o vagão.

Querer que o comboio
Chegue logo ao porto
E se ainda vivo
Lançar a carga à imensidão da solidão.

Certo de que cedo ou tarde
Em qualquer idade
A carga sumirá
Roubada pelo
Incerto destino da vida.

By Roger LS
2011

sábado, 19 de março de 2011

What Have They Done to the Rain ?



Malvina Reynolds: Song Lyrics and Poems


Escrita por Malvina Reynolds contra os testes nucleares "What have they done to the rain?" é uma espécie de hino contra qualquer tipo de causa que possa interferir na natureza em termos de radiação - é uma canção escrita em 1962 mas que será sempre contemporânea.

Com a catástrofe que atingiu o Japão além do problema ocasionado pelo terremoto e tsunami, eles tem que lutar contra o tempo para evitar um desastre nuclear em Fukushima. Vamos torcer para que a Engenharia solucione o mais breve possível este problema, porém já ficou gravado em nossa memória e que possa servir de exemplo para que todos os governos reavaliem seus programas de energia nuclear.


"Deus abençõe e proteja estes heróis que lutam contra um desastre nuclear"


What Have They Done to the Rain?

Words and music by Malvina Reynolds; copyright 1962 as "Rain Song" then in 1964 as "What Have They Done to the Rain" by Schroder Music Company, renewed 1990. a.k.a. "Rain Song" and "Just a Little Rain." People now think of this as a song about acid rain, but it was originally written as part of a campaign to stop aboveground nuclear testing, which was putting strontium-90 in the air, where it was washed down by the rain, got into the soil and thence to the grass, which was eaten by cows. When children drank the cows’ milk the strontium-90, chemically similar to calcium but radioactive, was deposited in their bones. Mothers saved their children’s baby teeth and sent them in to be tested by scientists who indeed found elevated levels of strontium-90 in their teeth. A year after this song was written, President Kennedy signed the treaty against aboveground testing.



What have they done to the rain?


Just a little rain falling all around,
The grass lifts its head to the heavenly sound,
Just a little rain, just a little rain,
What have they done to the rain?


Just a little boy standing in the rain,
The gentle rain that falls for years.
And the grass is gone,
The boy disappears,

And rain keeps falling like helpless tears,
And what have they done to the rain?


Just a little breeze out of the sky,
The leaves pat their hands as the breeze blows by,
Just a little breeze with some smoke in its eye,
What have they done to the rain?


Just a little boy standing in the rain,
The gentle rain that falls for years.
And the grass is gone,
The boy disappears,
And rain keeps falling like helpless tears,

And what have they done to the rain?

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

GILLIAN WELCH - VALE A PENA CURTIR


Gillian Welch - nótável compositora e cantora country americana e que trabalha junto com o cantor e guitarrista David Rawlings, volta a cena com participações com o grupo The Decemberists e no próximo trabalho da cantora Norah Jones. Espero que logo seja lançado um albúm só com inéditas da dupla Gillian Welch e David Rawlings. Para quem não conhece aqui está um video do you tube com participação especial de Gillian Welch.



sábado, 12 de fevereiro de 2011

Mimi Baez Farina - The Ballad of Lucy Jordan




A primeira vez que escutei esta canção foi quando comprei a trilha sonora do filme Thelma e Louise (1991), na voz de Marianne Faithfull,composição de Shell Silverstein. Abrindo o canal do You Tube "Mimi and Joanie Baez" achei esta rara versão na voz de Mimi Farina, de um show ao vivo de 1979. Mimi tinha uma voz fantástica, única. Seus trabalhos pelos direitos humanos ainda hoje são reconhecidos nos Estados Unidos através da Organização Bread and Roses. Em todo o mundo inúmeras organizações se inspiraram no trabalho de Mimi Baez Farina. A irmã mais nova de Joan Baez, Margarita Baez (1945-2001) ficou famosa nos anos 60 fazendo dueto com Richard Farina, considerados pela crítica os pioneiros do Folk Rock juntamente com Bob Dylan e o grupo The Byrds.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

JOAN BAEZ VOLUME 1 - VANGUARD RECORDS


O disco Joan Baez Vol. 1, Vanguard 1960 foi incluído à respeitável seleção do HALL OF FAME - GRAMMY AWARD 2010/2011. "O Grammy Hall of Fame representa todos os gêneros da música e reconhece a diversidade que a música expressa e na qual a  Academia tem a satisfação de tornar reconhecido", disse Neil Portnow, Presidente da Academia - Grammy Awards. Entre outras indicações está o single dos Beatles: "Penny Lane", Willie Nelson : "On The Road Again" e álbum  de Ray Charles, Prince, etc. A lista completa está disponível no site oficial do Grammy Awards.

O disco já teve outro reconhecimento ao estar presente no livro "1001 Discos que você deve ouvir antes de morrer".

Parabéns a cantora Folk por mais um reconhecimento de peso.